• Seu cabelo pode ser um superamigo da natureza. Éh! mito ou éh! verdade? Open or Close

    É verdade. Tão verdade que fios de cabelo humano já ajudaram a conter desastres ambientais mundo afora, como nas Filipinas e Golfo do México. A explicação é simples: os fios têm a capacidade de aderir ao óleo, sugando-o e separando-o da água, assim como ele faz com a oleosidade do nosso couro cabeludo. A descoberta foi feita pelo cabelereiro Philip McCrory em 1989. Desde lá, várias ONGs já aderiram ao método, como a Matter of Trust, em São Francisco, que é especializada no recolhimento de cabelos para a confecção de tapetes absorventes que limpam áreas contaminadas por petróleo. Muito genial tudo isso, né? Além de simples, é barato (basta conseguir doações de cabelo em salões de beleza) e eficiente!

  • Estresse, fumo e alimentação ruim cansam a beleza dos cabelos. Éh! mito ou éh! verdade?Open or Close

    É verdade. E uma dessas que exigem uma mudança radical! Além de deixar as madeixas com um cheiro nada agradável, o uso de cigarros torna os cabelos quebradiços e sem brilho. Isso acontece porque o cigarro contém 4.000 substâncias químicas, algumas delas mortais, explica Gay Sutherland, diretor da Clínica para Fumantes Maudsley, em Londres (link para a reportagem). “Ao fumar, o sangue transporta o venenoso monóxido de carbono, que sequestra as células vermelhas. Assim, elas não conseguem transportar a quantidade ideal de oxigênio pelo corpo”. O resultado: os nutrientes e o oxigênio que deveriam chegar aos cabelos param no meio do caminho. O estresse também é um fator importante. Em altos níveis, pode fazer com que o cabelo caia em demasia. E a alimentação nem precisamos comentar, né? Falta de vitaminas e minerais danificam e muito o brilho dos fios, além de enfraquecê-los aumentando as quedas. Uma alimentação equilibrada, que contenha especialmente proteínas e ferro, encontrados nas carnes, feijão e vegetais de folhas escuras, se reflete na beleza dos fios. “Uma dieta balanceada pode fornecer ao cabelo os nutrientes de que ele precisa”, diz Amy McMichael, diretora de uma clínica especializada em problemas capilares na Carolina do Norte, nos Estados Unidos (link para a reportagem). Um cabelo sem vida é indicativo de um prato sem vida, pense nisso. A éh! acredita no poder dos alimentos. Tanto que usa vários deles em suas linhas de shampoos, condicionadores, máscaras e leave-ins.

  • Um jato de água fria no final da lavagem contribui para um cabelo mais brilhante. Éh! mito ou éh! verdade?Open or Close

    É verdade. O ideal seria sempre lavarmos as madeixas com água fria, mas é sofrido, principalmente no inverno. A boa notícia é que um enxágue final com água fria já ajuda. Isso porque ela sela as cutículas, deixando os fios com um aspecto mais uniforme e, assim, refletindo mais luz. Let it shine! Mas, antes, alguns cuidados, né? Não um de a temperatura rápido demais, sob o risco de prejudicar sua saúde. Vá com calma até conseguir encarar a água fria e concentre o jato nos cabelos. Para acertar a mira sem congelar, use o chuveirinho na etapa final. Assim, você não precisa entrar embaixo da ducha gelada. E lembre-se: um chuveiro desligado economiza energia, o que é muito bacana em termos de sustentabilidade. Em dias quentes, aproveite para ter cabelos mais brilhantes e consumir menos energia.

  • Novos cabelos brancos nascem em questão de dias – e isso pode ser uma consequência do estresse. Éh! mito ou éh! verdade?Open or Close

    É verdade. Descartando condições genéticas, são necessários apenas 13 dias para um novo fio branco ou acinzentado aparecer em nossas cabeças após períodos de intenso estresse. Os cientistas ainda não sabem exatamente qual mecanismo dispara o surgimento desses novos fios, mas em 2011, um time liderado pelo vencedor do prêmio Nobel Robert Lefkowitz, um médico e bioquímico americano, mostrou que os efeitos negativos do estresse prolongado alcançam todo o nosso DNA e podem afetar inclusive os genes que controlam o pigmento dos fios. É preciso dar mais passos nessa teoria, mas, pensando bem, você só tem a ganhar se respirar fundo e desacelerar – independentemente da cabeleira –, não é?

  • As fases da lua comandam o crescimento dos cabelos. Éh! mito ou éh! verdade?Open or Close

    É mito. Apesar de muita gente jurar que faz a maior diferença, essa é uma questão controversa. Os cientistas defendem que o oceano tem muita massa e, por isso, é atraído pela Lua. Já nossos cabelos, como pesam bem menos, os efeitos da gravidade acabam sendo irrelevantes.

  • Fazer rabo de cavalo faz os fios crescerem mais rápido. Éh! mito ou éh! verdade?Open or Close

    É mito. Se aconteceu com você, acredite: foi pura sorte. Apesar do cabelo ter uma certa elasticidade que é importante para evitar a quebra dos fios, puxá-los ou prendê-los não ajuda em nada no crescimento. Por isso, se você quer deixar as madeixas mais longas, siga pelo caminho garantido: alimentação saudável, evitar o estresse do dia a dia, tomar banho com água morna ou fria e massagear cuidadosamente o couro cabeludo na lavagem. Se mesmo assim você estiver enfrentando muitos problemas com o crescimento, que tal consultar uma dermatologista para entender melhor o que está acontecendo? Mas pode ficar tranquila, com certeza essas dicas vão ajudar bastante. ;)

  • Cortar as pontas frequentemente dá mais força aos fios. Éh! mito ou éh! verdade? Open or Close

    É mito. Não há como negar que dar uma aparadinhas nas pontas duplas melhora a aparência de qualquer cabelo. Mas infelizmente, não garante mais força para os fios. Isso porque as pontas não têm relação com o bulbo capilar, que é o grande responsável pela saúde e pela vida dos cabelos. O bulbo é similar a qualquer outro órgão do corpo e fica na raiz, dentro do couro cabeludo. Por isso, apesar das pontas serem grandes protagonistas na hora de encantar com as madeixas, é com o couro cabeludo que você deve se preocupar quando o assunto é força.

  • É impossível proteger os fios dos efeitos do cloro e da água salgada. Éh! mito ou éh! verdade? Open or Close

    É mito. Pode comemorar: você não vai precisar tirar a praia dos seus roteiros de fim de semana. Mas não dá para descuidar, né? Calor, cloro, sal e sol ressecam muito os cabelos, independente do tipo. Por isso, tenha sempre em mente algumas coisas para poder aproveitar sem peso na consciência. Se você não for usar chapéu, deixe os cabelos bem hidratados e protegidos, assim como a sua pele. Um produto nota 10 para isso é o Leave-in éh. Pode aplicar antes de entrar no mar e, logo que sair, já para a ducha. Nada de deixar os cabelos secando com cloro ou sal, debaixo do sol. Em casa, tome banhos mais frios para abaixar a temperatura do cabelo. Cuidando bem, que mal tem? ;)

  • É bom deixar um pouco de condicionador nos cabelos depois do banho. Éh! mito ou éh! verdade? Open or Close

    É mito. Condicionador é ótimo quando usado da maneira certa, senão, ele pode ser um grande inimigo. Quando você esfrega os cabelos com shampoo, abre os fios, desestruturando-os, o que pode criar diversos nós. O condicionador vem em seguida com a missão de selar a cutícula desses fios e reestruturar cada um deles. O problema é que se ele não for retirado totalmente, acaba danificando os cabelos - mesmo que você não aplique no couro cabeludo. Primeiro porque ele tem a capacidade de se estender por todo o fio, algumas vezes alcançando o couro. Outro motivo é porque ele deixa o cabelo muito mais frágil, aumentando as quebras e quedas. Por isso, a dica valiosa do condicionador é: usar pouco e do bom.

  • Lavar os cabelos todos os dias danifica os fios. Éh! mito ou éh! verdade?Open or Close

    É mito. Essa polêmica de quantas vezes lavar os fio tem muito mais a ver com o seu tipo de cabelo do que com o medo de danificá-lo. Assim como todas as partes da nossa pele, o couro cabeludo não absorve água, por isso, não causa as tão amedrontadoras quedas ou quebras, pelo contrário. Muitas vezes, lavar os cabelos com frequência aumenta o brilho e a beleza, pois elimina a sujeira acumulada que obstrui os folículos capilares, mais conhecidos como raiz do cabelo. O mais importante é lavar seus cabelos de acordo com a necessidade e com os produtos certos, para se manterem sempre bonitos. Por exemplo, cabelos muito secos ou muito oleosos precisam ser lavados com mais frequência. Por isso, fica a dica: a cabeleira está daquele jeito? Direto para o chuveiro, sem medo!